segunda-feira, dezembro 10, 2007

Passeio

a Vivaldina

caminhada amarela
morna satisfação
no sapezal de índios ancestrais

orgulhosa vai a avó da inocência
exibir o pequeno legado à tarde violeta
em mágico carrinho, pálio da candura

revelar o mundo aos novos olhos
de vivescecência nutrir a pequena

fazê-la clorofilada de vida
a pactuar com eólicos mistérios
a saudar seu universo primevo

respirando Cardo e Recôncavo
inaugurar passos em orla descansada
e pisando a lama, saudar aves da Brisa
toda genética organicamente integrada.

Nenhum comentário: