sábado, março 15, 2008

um pouquinho de inspiração

Meu Deus, que vontade de escrever um poeminho...
Olha, agora mesmo vai passando um!
Pst pst pst
vem para cá para que eu te enfie
na fieira de meus outros poemas
vem cá para que eu te entube
nos comprimidos de minhas obras completas
vem cá que para que eu te empoete
para que eu te enrime
para que eu te enritme
para que eu te enlire
para que eu te empégase
para que eu te enverse
para que eu te emprose
vem cá...
Vaca!
Escafedeu-se.

(Raymond Queneu. Traduçao de Mário Quintana)

2 comentários:

Salve Jorge disse...

Seu pouquinho
De inspiração
Não permite evasão
De um poema atrevido desse
QUe me soa mesquinho
Ao escapar da sua prece
Então talvez devesse
Decantá-lo como o vinho
E expor seus volteios
Desentranhar-lhe os meios
E dizer a que veio...

Vivi de Oliveira disse...

Ando precisando de ver poeminhos voando por aí. Bela motivação, Aline!