segunda-feira, maio 18, 2009

uma desconhecida

Às vezes acho que meu verdadeiro "eu" se perdeu.
Às vezes acho que morreu.
Outras vezes que nunca existiu.
Mas há momentos em que uma coisa extremamente pesada, disforme e inadequada me sufoca.
E ela me dói num âmago que suspeito como essência.

E me dá medo.

4 comentários:

Mara faturi disse...

queri,
tb me sinto assim às vezes, aí para me reconhecer novamente escrevo;)
bjos

Tati disse...

Sei exatamente o que é isso.

Paulo Ferba disse...

Isto faz parte da vida, e quem não faz parte dela?

É sempre bom ternos estes questionamentos.

Parabéns!

Abraços

Renata Iannarelli disse...

Acho que temos que nos perder para, em outro momento, nos encontrar.
Bj